Como usar materiais ricos para atrair leads qualificados?

material rico

A geração de leads passa pela criação de um conteúdo de qualidade e relevante. Mas muitas empresas ainda não sabem como adequar os materiais dependendo da etapa do funil de vendas. Saber como criar material rico e importante é fundamental para gerar leads e convertê-los em consumidores.

Pensando nisso, criamos o post de hoje para te explicar como criar o material rico certo para gerar leads. Vamos lá?

Quais os tipos de materiais ricos?
Diversos tipos de materiais podem ser utilizados para criar um material rico para gerar leads. Esses conteúdos podem ser disponibilizados em sites, blogs, mídias sociais e, especialmente, landing pages.

A vantagem deste último elemento é a possibilidade de convidar a lead a baixar o seu material, tendo acesso a um conteúdo aprofundado e contextualizado, que poderá ajudá-la a entender melhor sobre o produto ou serviço que a sua empresa oferece.

Nesse contexto, os tipos de materiais que podem ser oferecidos são e-books, infográficos, webinars, planilhas, podcasts, entre outros.

1) E-books e whitepapers
Esses são materiais bastante densos, que trazem um bom aprofundamento do tema sem serem cansativos para o leitor. Geralmente, um e-book de tamanho ideal tem entre duas mil e três mil palavras. Ou seja, o leitor consegue ler rapidamente, mas consegue ter acesso a uma boa quantidade de informações.

Para terem bons resultados, os e-books e os whitepapers precisam ter seu conteúdo bem trabalhado, sem muitas enrolações e indo direto ao ponto. Depois de prontos, a divulgação também deve ser bem feita para atrair os clientes. Assim, as leads baixam esse conteúdo e podem interagir, mesmo que de maneira indireta, com a empresa.

2) Infográficos e podcasts
Qualquer material audiovisual tem seu valor. Apesar de serem muito diferentes entre si, os infográficos e os podcasts permitem que o conteúdo seja trabalhado de forma diferente. Por isso, a possibilidade de atrair um potencial cliente também possui diferenças.

Basicamente, os infográficos são materiais visuais, que podem ser interativos e trazer diversos dados. A vantagem é que, em vez de colocar tudo em um texto, que pode ser mais cansativo, o infográfico reúne as informações e os dados de forma mais direta.

Além disso, as imagens tendem a chamar mais a atenção do leitor.
Por outro lado, os podcasts permitem que os conteúdos sejam trabalhados por meio de áudio. Assim, é possível criar histórias, situações, contextos, repassar uma notícia e muito mais apenas com o auxílio da linguagem radiofônica.

3) Webinars e Vídeos
Os webinars estão sendo cada vez mais utilizados porque trazem a possibilidade do lead interagir e conhecer mais sobre o conteúdo que está procurando. Apesar de serem mais trabalhosos, os webinars têm grande poder para atrair leads qualificadas e também melhoram muito a reputação da empresa.

Os vídeos também são uma excelente alternativa, principalmente por serem de fácil compartilhamento e terem grande poder de viralização. Foque em vídeos curtos e com muito conteúdo para ser posto em prática de forma rápida.

4) Planilhas
As planilhas nem sempre podem ser usadas, mas são ótimas quando o objetivo é mostrar à lead de que forma ela pode se beneficiar da sua empresa. É uma forma matemática de apresentar as vantagens.

As planilhas são principalmente utilizadas para mostrar a perspectiva do segmento em que a empresa atua ou para apresentar gastos.

Como criar materiais ricos?
Conhecendo os materiais, chega a hora de produzi-los. É necessário ter um profissional qualificado, que, de preferência, entenda sobre marketing de conteúdo. Assim, a ação de atrair clientes se torna mais efetiva.

Esses materiais especificados no post são mais efetivos para a geração de leads mesmo, mas também podem ser usados no fundo do funil de vendas.

Para solicitar mais informações ou uma proposta referente à materiais rico, entre em contato conosco