Conheça a técnica dos 3 post-its

Você sabia que com apenas 3 post-its é possível implementar mudanças significativos em seu empreendimento digital?

Isso porquê boa parte dos empreendedores brasileiros não usa conceitos básicos de planejamento, gestão e marketing em seus sites, proporcionando uma vantagem significativa àqueles que os utilizam.

A maioria se concentra apenas no aspecto tecnológico do negócio, negligenciando aspectos estratégicos que fazem toda diferença para ter um site de sucesso.

E para implementar essas técnicas não é necessário ser nenhum PhD em Administração. Com apenas alguns conceitos básicos que selecionei neste artigo já é possível obter resultados expressivos.

Para começar a transformar seu site ainda hoje você vai precisar de apenas 3 post-its e seguir esse passo-a-passo que eu listei abaixo.

Vamos lá?

1. PRIMEIRO POST-IT: DEFINA AS PERSONAS

personas-2

No primeiro post it você vai escrever quem é o seu consumidor principal. Quem é a pessoa que compra – ou deve comprar – seu produto ou serviço?

Você pode até dar um nome para ele, incluir algumas características psicossociais, algo mais ou menos assim:

“Paulo, cerca de 30 anos, solteiro, renda salarial em torno de 3 mil reais, quer adquirir meu produto ou serviço para (escreva aqui a finalidade, deve ser para satisfazer um desejo ou aliviar uma dor)”. Isso é o que nos chamamos de definir uma persona ou um avatar.

É muito importante que você saiba quem é o seu consumidor e defina sua persona, ou seja, suas características essenciais.

Desconhecer seu consumidor ou a melhor forma de atendê-lo é o mesmo que navegar em um bote, durante uma tempestade em alto mar, sem bússola.

Ao conhecê-lo, será mais fácil elaborar o conteúdo que irá atraí-lo e o discurso de vendas para convencê-lo.

Você pode ter mais de um consumidor principal, mas não muitos, para não cair na generalização. Se você não sabe ao certo quem é o seu consumidor essa é uma boa oportunidade para fazer uma pesquisa!

E já que estamos falando sobre quem é o seu consumidor aqui vai um conselho ninja de especialista sobre o que você não deve fazer de jeito nenhum: nunca venda para as grandes massas!

Escolha um nicho de mercado e busque a diferenciação. Deixe as grandes massas para os ecommerces de ponta, como Netshoes, Dafiti, Submarimo, Lojas Americanas, Fastshop, Ponto Frio.

Se você for brigar contra esses gigantes, certamente ficará em desvantagem, pois eles tem uma margem de escala avassaladora para oferecer preços e condições de pagamento mais favoráveis para seus clientes.

Para se sobressair à concorrência, é necessário se destacar por algo diferenciado.

2. SEGUNDO POST-IT: PROPOSTA DE VALOR

Lightbulb-Arrow-Image-960x645

O Post-it 2 é um dica poderosa, que apenas 1% das empresas usam, apesar de incrivelmente simples e eficiente. Você vai ficar chocado de tão fácil que é.

Tá preparado? Então você vai pegar um outro post-it e escrever sua proposta de valor. Você pode estar se perguntando: o que é uma proposta de valor?

Proposta de valor é um benefício que o consumidor deve perceber em seu produto ou serviço e que faz sua empresa ser diferenciada.

Um exemplo: um salão de beleza pode ter como proposta de valor “oferecer serviços estéticos com alta qualidade para mulheres executivas, com horário marcado, em no máximo uma hora”.

Veja que nessa proposta já estão definidos o público (mulheres executivas) e a diferenciação do serviço (“alta qualidade”, “horário marcado” e “em no máximo 1 hora”).

Se esse salão estiver localizado próximo de regiões empresariais certamente encontrará um público potencial, disposto a pagar mais do que a média só para poder receber esse atendimento diferenciado.

Um outro exemplo de proposta de valor, desta vez para uma pizzaria de bairro: “a melhor pizza do (nome do bairro), quentinha, na porta da sua casa, por menos de 40 reais”.

Veja que nessa proposta também já estão definidos o público-alvo (os moradores do bairro) e a diferenciação (“melhor pizza”, “quentinha”, “por menos de 40 reais”).

Uma loja de móveis pode ter como proposta de valor “móveis com design arrojado sob medida para jovens solteiros que acabaram de sair das casas do pais” e assim por diante.

É importante que a proposta de valor seja entendida e percebida pelo público-alvo. Ela deve transparecer em todos os pontos de contato com o público, seja no atendimento, no design do site, no logotipo, em peças promocionais, em tudo que estiver relacionado ao negócio.

Se sua empresa não tiver uma proposta de valor que seja relevante, ela vai ser vista como uma empresa qualquer, iguais a tantas outras. Por outro lado, a imagem de empresa “especialista” conta muitos pontos por quem está em busca de qualidade e bom atendimento.

Você nem imagina o poder de transformação que essa dica tem. Pude testemunhar, ao longo dos últimos anos, como esse pequeno exercício de pensar em um posicionamento diferenciado para um cliente, gerou retornos extraordinários.

E nunca é demais lembrar que a proposta de valor é uma promessa, e como tal deve ser cumprida. Não adianta prometer X e oferecer Y.

Estamos combinados?

3. TERCEIRO POST-IT: CONTEÚDO COM ALTO VALOR AGREGADO

branded-contet

E se você gostou das duas primeiras dicas, tenho certeza que vai vibrar com a terceira. Ela é simplesmente inacreditável, um verdadeiro divisor de águas, pois são raríssimas as empresas que a utilizam.

E acredite: essa dica faz uma diferença colossal pois com ela você vai selecionar o seu público-alvo, estabelecer um relacionamento com ele e fidelizá-lo como que por hipnose.

Pois vamos à terceira dica! Você vai pegar novamente o nosso amigo post it e escrever, em letras garrafais: CONTEÚDO DE QUALIDADE.

Por conteúdo, entenda-se todo o tipo de informação relacionada ao seu negócio que irá agregar valor ao seu cliente. Não estamos falando de propaganda ou anúncio, e sim, de artigos, infográficos, ebooks, vídeos, que devem ficar gratuitamente à disposição do internauta.

Por exemplo, um petshop pode disponibilizar um ebook com dicas de como adestrar cães e gatos. Um salão de beleza pode disponibilizar vídeos ensinando técnicas de maquiagem. Um escritório de arquitetura pode disponibilizar álbuns virtuais com sugestões de como decorar ambientes e assim por diante.

Vídeos, artigos, infográficos, fotos, tudo ajuda a atrair tráfego qualificado e conta preciosos pontos no ranking de avaliação do internauta. Quanto mais relevante for esse material, melhor para o prestígio da empresa.

O conteúdo serve como um filtro natural que irá separar os internautas comuns de seus potenciais clientes. À medida que sua empresa for produzindo conteúdo, o filtro vai ficando mais seletivo, e os internautas que são selecionados tendem a desenvolver um relacionamento mais sólido com sua empresa.

Eles aos poucos vão sendo “preparados” para comprar seu produto ou serviço ou, na pior das hipóteses, compartilhá-lo ou recomendá-lo com amigos e conhecidos. E quanto mais novidades de valor houver, mais chances dele voltar ao seu site.

Sempre recomendo aos meus clientes que tenha seções destinadas a artigos e notícias, e que os mantenham alimentados. Na maioria das vezes a compra não é feita na primeira visita ao site. Assim, quanto mais novidades você oferecer, maior a chance do internauta voltar e, um dia, virar cliente.

DICA FINAL: TURBINANDO A MÁQUINA

rocket_by_superandomness-d478ibh

Agora você vai colar esse três em algum lugar fácil de visualizar, como o monitor do seu computador, ou em mural, e concentrar seus esforços em realizar essas 3 dicas.

Você vai ver como elas farão uma diferença marcante no seu negócio em pouco tempo…

E olha que isso é só o começo.

Com apenas mais alguns post-its dá pra deixar seu negócio ainda melhor, mesmo que você não seja um expert em tecnologia e sem ter que comprar ferramentas.

Para saber como basta CLICAR AQUI ;-)

Denis Zanini é autor do método Mentoria Digital e do ebook “Por que não consigo ganhar dinheiro com meu site? Inspirações e soluções para ter um site de sucesso”